12/12/2014 - Governador Alckmin entrega Terminal Vila Galvão do Corredor Guarulhos – São Paulo



Duas linhas intermunicipais e nove municipais atenderão no novo Terminal

O governador Geraldo Alckmin entregou oficialmente nesta sexta-feira, 12, para operação o Terminal Vila Galvão, planejado para se tornar um importante centro logístico de distribuição de linhas metropolitanas e municipais entre Guarulhos e a zona norte de São Paulo. O terminal foi construído pela EMTU/SP, empresa da Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos.

A princípio, duas linhas intermunicipais e nove municipais passarão por suas quatro plataformas, onde circularão 10 mil usuários/dia. Essa demanda se intensificará quando estiver completada a ligação de Vila Galvão com o Terminal Tucuruvi do Metrô, em São Paulo, em processo de licenciamento. O início da operação está previsto para segunda-feira (15/12), quando começarão a circular as linhas metropolitanas que vão operar no novo Terminal: 500 GUARULHOS (VILA GALVÃO)/ SÃO PAULO (TERMINAL RODOVIÁRIO TIETÊ) e 802 GUARULHOS (TERMINAL METROPOLITANO TABOÃO)/ SÃO PAULO (METRÔ TUCURUVI). As linhas municipais começarão a operar gradativamente a partir de 15/12.
 
O Terminal Metropolitano Vila Galvão, terceiro entregue pelo governo do Estado no Corredor Guarulhos – São Paulo, representa um investimento de R$ 8,1 milhões. O primeiro foi Taboão, inaugurado em maio de 2012; o Terminal Cecap foi entregue em setembro do mesmo ano.
 
Características
 
Localizado na Avenida 7 de Setembro, altura do nº 1920, o Terminal Vila Galvão tem área de 7.700 m2 e concepção arquitetônica moderna, estrutura metálica que propicia iluminação e ventilação à área de circulação, piso inteiramente em pavimento rígido, garantindo maior durabilidade e resistência à circulação da frota de ônibus e possibilitando menor custo com manutenção. O bicicletário tem capacidade para 74 bicicletas.
 
Nas quatro plataformas de embarque e desembarque há equipamentos de serviço ao usuário como bancos, lixeiras, painéis de informação e telefones, além de itens de acessibilidade como sinalização tátil de alerta, rampas, corrimãos e plataforma elevada. O prédio reservado à área administrativa e operacional dispõe de guarita, bilheteria, banheiros públicos adaptados para pessoas com deficiência e infraestrutura para instalação de quiosques. Para evitar alagamento, foram instalados tanques de retenção de águas pluviais.
 
O projeto do Terminal Vila Galvão também se preocupou com a preservação arqueológica do local. Assim, foi instalado um piso de vidro na plataforma central para visualização das fundações da antiga Empresa Cerâmica Paulista, fundada em 1913 e responsável pelo fornecimento de tijolos para importantes monumentos históricos como a Catedral da Sé, Museu do Ipiranga e Santa Casa de Misericórdia, entre outros.
 
Trecho Cecap-Vila Galvão
 
O trecho de 12,3 km de extensão (10,1km de corredores exclusivos e 2,2km compartilhados) representa um investimento de R$ 78,7 milhões e tem previsão de conclusão em março de 2015. No momento, 85% das obras estão concluídas.
 
Além do Terminal Vila Galvão, entregue para operação, o trecho em obras prevê 16 Estações de Embarque e Desembarque (nove delas concluídas), uma Estação de Transferência (Emílio Ribas) mais três faixas por sentido, sendo uma exclusiva para ônibus em pavimento rígido. Haverá a instalação de ciclo passeio. A previsão é de que por este trecho sejam transportados 60 mil passageiros / dia.
 
No trecho Taboão – Cecap, com 3,7 km de extensão, entregue em julho de 2013 e já em operação, trafegam cinco linhas metropolitanas em uso compartilhado da faixa exclusiva com o sistema municipal. A circulação é de 30 mil usuários / dia.




Assessoria de Imprensa
Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos – EMTU/SP
Tels: (11) 3113-4798 e 3113-4799
www.emtu.sp.gov.br 
www.twitter.com/emtu_oficial  
www.facebook.com/emtusp.oficial


Atualizado em: 12/12/2014 15:23:12