31/07/2017 - Alckmin assina convênio com a prefeitura de Santos para integração tarifária entre VLT e linhas municipais



Usuários pagarão R$ 4,40 na integração. Economia, em cada viagem, 
será de R$ 3,50

O governador Geraldo Alckmin, por meio da EMTU, ligada a Secretaria dos Transportes Metropolitanos, assinou neste sábado, 29, com a Prefeitura de Santos o convênio para integração tarifária entre o Veículo Leve Sobre Trilhos (VLT) e dez linhas municipais de Santos. A integração terá início em até 45 dias. Durante o evento também foi assinado protocolo de intenções para que Estado e município desenvolvam ações conjuntas visando à expansão do VLT. 
 
Os usuários das linhas municipais integradas pagarão R$ 4,40, ao invés de R$ 7,90 que é a soma do valor das duas tarifas “cheias” (VLT e ônibus). Os usuários poderão economizar R$ 3,50 a cada viagem. A economia ocorrerá tanto se a transferência ocorrer do VLT para o ônibus como também do ônibus para o VLT.

A tarifa definida para a integração é de R$ 4,40, sendo R$ 1,32 para o município e R$ 3,08 para o VLT. O critério de partição tarifária segue o convênio assinado entre o Estado e a Prefeitura.
 
Segue a relação das linhas municipais integradas: 7, 13, 20, 30, 40, 53, 77, 153, 154, 155.
 
Integração tarifária nas estações do VLT
Estação Nossa Senhora de Lourdes
Linhas 7, 30, 40, 53, 77
Estação Pinheiro Machado
Linhas 7, 30, 40, 77
Estação Bernardino de Campos
Linhas 13, 153
Estação Ana Costa
Linhas 20, 154, 155
Estação Washington Luís
Linhas 30, 53
Estação ConselheiroNébias
Linhas 7, 13, 40, 77, 154, 155
Estação Porto
Linha 7
 
Integração metropolitana com o VLT será ampliada
A integração do VLT com as linhas intermunicipais começou em 19/06/2016, envolvendo 37 linhas gerenciadas pela EMTU/SP e que circulam no raio de 400 metros ao longo da linha do VLT no município de São Vicente.
Este número vai aumentar para 40, com a inclusão de mais três linhas metropolitanas a partir do momento em que a integração tarifária VLT – sistema municipal de Santos for iniciada.
 
A integração do VLT com as linhas metropolitanas é voluntária, ou seja, o usuário pode optar em continuar a viagem na linha de ônibus ou fazer a integração com o VLT. 
 
Como funciona: ao embarcar no ônibus metropolitano é debitada no cartão do usuário a tarifa da linha utilizada, e na integração com o VLT não é debitado valor adicional. No sentido contrário, ao embarcar no VLT, é debitado no cartão o valor de R$ 4,05 mais o complemento da tarifa da linha no embarque no ônibus metropolitano. Exemplo: R$ 4,05 (tarifa do VLT) + R$ 0,35 (complemento) = R$ 4,40 (tarifa do ônibus). O débito varia de acordo com a tarifa da linha a ser utilizada.

RESUMO

Integração SIM RMBS - Ampliação dos deslocamentos

Tarifa (R$)

VLT

MUNICIPAL

4,05

3,85 = (7,90)

 

 

VLT + Ônibus Municipal Santos
ou
Ônibus Municipal Santos + VLT

4,40

(economia de 3,50)

 

 

VLT Ônibus Metropolitano 
ou 
Ônibus Metropolitano 
+ VLT

Maior tarifa de um dos Modais

 

 

Ônibus Metropolitano + VLT Ônibus Metropolitano

Maior tarifa de um dos Modais + 1,00

 

 

Ônibus Metropolitano + VLT + Ônibus Municipal Santos
ou
Ônibus Municipal Santos 
+ VLT +Ônibus Metropolitano

Maior tarifa de um dos Modais + 1,00


Atualizado em: 31/07/2017 12:16:52