Home EMTU

Imagem pagina

20/03/2018 - EMTU, Unicamp e Scipopulis realizam hackathon sobre mobilidade urbana em Campinas



Estão abertas as inscrições para o HACKEMTU, que reunirá instituições públicas e privadas do setor de mobilidade urbana do Brasil. O prêmio será a participação na Hackatona Mundial, em Dubai

Até o próximo 27 de março estarão abertas as inscrições para o HACKEMTU, a maratona de tecnologia que será realizada em parceria com a Unicamp e a Scipopulis, empresa de inovação, focada em cidades inteligentes e dedicada à mobilidade urbana. O Parque Tecnológico da Unicamp, em Campinas, será o centro do hackathon de tecnologia organizado pela EMTU/SP e que ocorrerá nos dias 7 e 8 de abril.

O HACKEMTU é uma iniciativa do laboratório de inovação da EMTU, o ELAB – Experimentos em Transportes, e do Youth for Public Transport Foundation (Y4PT), da Divisão América Latina da União Internacional dos Transportes Públicos (UITP). A Fundação premiará um integrante do grupo vencedor com uma viagem para participar da Hackatona Mundial, em Dubai, que acontecerá entre os dias 20 e 25 de abril, com todas as despesas pagas.

Essa edição do hackaton trará novos desafios de mobilidade urbana com foco em inovação para o transporte público sustentável para que estudantes e profissionais das áreas de comunicação, tecnologia, urbanismo e design possam construir soluções e apontar tendências. O evento promete ser um hub de conhecimento entre o meio acadêmico, o de pesquisa, o ecossistema de inovação e o setor de transporte público e de mobilidade. 

As inscrições deverão ser feitas no site www.hackemtu.com. Qualquer interessado acima de 18 anos poderá participar. Haverá obrigatoriedade de desenvolvimento de códigos exclusivos, mas os grupos poderão ter integrantes de outras áreas que não as de Tecnologia. As inscrições serão individuais. Grupos serão formados no início do evento dentre os presentes e as equipes poderão ter de três a cinco integrantes.

O HACKAEMTU

“O objetivo é abordar não apenas as questões tecnológicas, mas também humanas das cidades modernas, independente de seu tamanho geográfico ou populacional. Somos pioneiros na abertura de dados metropolitanos na América Latina e organizar eventos como o HACKEMTU fomenta cada vez mais inovação em nosso setor”, explica Joaquim Lopes, diretor-presidente da EMTU.

O presidente da Divisão América Latina da UITP, Jurandir Fernandes, é favorável a eventos como o HACKEMTU por acreditar que o setor de transportes precisa rever suas estratégias e cultura de negócios. “Vivemos em uma nova era. Devemos desenvolver ferramentas que preparem o setor para a era digital, para criar um valor adicional na experiência do viajante, dos  empregados e de todo o ecossistema. Para alcançar isto, o público e o privado precisarão atuar como um só,  não concorrentes, todos alinhados em torno de um propósito comum sobre o futuro de uma mobilidade sustentável compartilhada.” 

Técnicos e especialistas da EMTU/SP, professores da Unicamp, designers e cientistas de dados da Scipopulis, além de profissionais voluntários de diversas áreas participarão como mentores das equipes. Essa interação proporcionará uma troca de experiências entre pessoas que conhecem o dia a dia do transporte público, de tecnologia e de inovação, com jovens inventores de fora do segmento. Também haverá palestras programadas de empresas convidadas que, de alguma maneira, possam colaborar com as soluções em desenvolvimento. “O intenso trabalho dos alunos de computação juntamente com outras áreas durante o Hackaton fomenta o surgimento de ideias extremamente interessantes e com potencial de impacto em Mobilidade Urbana. Estamos muito animados com esta parceria e trabalhando para que o evento seja um grande sucesso”, disse Rodolfo Azevedo, diretor do Instituto de Computação da Unicamp.

Os desafios que irão nortear os trabalhos dos participantes são: MaaS (Mobility as a Service); comunicação com o usuário; monitoramento de ônibus; planejamento dinâmico do transporte; e sustentabilidade. Todos os códigos desenvolvidos durante o evento ficarão disponíveis à sociedade. Segundo Ivo Pons, um dos sócios fundadores da Scipopulis, "o maior resultado do evento é o fortalecimento da comunidade de inovação em mobilidade, o que trará resultados tangíveis para toda a sociedade. Eventos como a HACKEMTU precisam ser estimulados, devem fazer parte de uma política de desenvolvimento do setor e são responsabilidade de todo ´ecossistema´  de transporte público".


Definição de Hackathon: https://pt.wikipedia.org/wiki/Hackathon

A primeira edição
A 1ª Hackatona Metropolitana EMTU-Metra, primeira no Brasil dedicada ao Transporte Público Metropolitano, foi realizada em março de 2017 na unidade da EMTU/SP de São Bernardo do Campo e teve como tema “O Transporte Público Sustentável e Acessível Como Centro das Soluções de Mobilidade Multimodal”. Foram 10 equipes participantes e a dupla vencedora participou da Hackatona Internacional realizada durante o Congresso Mundial da UITP no Canadá.

Além do sucesso durante o evento, a Hackatona provocou mudanças na cultura organizacional da EMTU/SP. Em 12 meses realizou duas hackatonas, abriu o laboratório de inovação metropolitana, criou o Programa de Mentoria e entrou para o seleto grupo mundial de empresas em transporte público que pratica Open Data. Atualmente a empresa disponibilizou no site alguns de seus principais dados do transporte urbano metropolitano, permitindo a possibilidade de cruzamento de informações e o acesso fácil a desenvolvedores, pesquisadores, estudantes e cidadãos em geral. Veja aqui o conjunto de dados disponíveis: 
A recém-criada Assessoria de Parcerias e Inovação da EMTU planeja implementar Política Corporativa de Inovação.

A EMTU
Uma empresa do Governo do Estado de São Paulo, a EMTU é responsável pelo gerenciamento de sistemas de transporte de média e baixa capacidades sobre ônibus e trilhos. São mais de 25 mil ônibus urbanos e seletivos e o Veículo Leve sobre Trilhos (VLT) da Baixada Santista, o primeiro a ser implementado no Brasil. Transporta mais de 2.2 milhões de passageiros por dia em cinco regiões metropolitanas do Estado.

A UNICAMP
Em atuação desde 1966, a Unicamp conta com mais de 2 mil docentes (99% com doutorado), 8 mil funcionários, aproximadamente 34 mil alunos matriculados em 66 cursos de graduação e 153 programas de pós-graduação. A Unicamp responde por 8% da pesquisa acadêmica no Brasil, 12% da pós-graduação nacional e mantém a liderança entre as universidades brasileiras no que diz respeito a patentes e ao número de artigos per capita publicados atualmente em revistas indexadas na base de dados ISI/WoS. A Unicamp oferece também editais específicos para empresas jovens do setor de tecnologia para ficarem na incubadora da universidade, a Incamp

A Scipopulis
Empresa de inovação, focada em cidades inteligentes e dedicada à mobilidade urbana. Elaboram soluções para o cliente dos transportes e gestores do sistema de mobilidade nas áreas de monitoramento, análise de dados, relacionamento, compartilhamento e mobilidade ativa.
Comandada por três doutores em Ciência da Computação e um em Urbanismo, a jovem empresa de três anos recebeu inúmeros prêmios no Brasil: ganhadores do edital Senai Sesi de Inovação, do Demoday do Mobilaby da Prefeitura de São Paulo, do Prêmio Objeto Brasil, do Connected Cities, entre outros

Serviço:

Evento - HACKEMTU

Data: 07 e 08/04
Horário: Das 8 horas de sábado às 18 horas de domingo
Local: Parque Tecnológico da Unicamp
Endereço: R. Roxo Moreira, 1831 - Cidade Universitária, Campinas – SP

Gerência de Marketing Institucional - Imprensa
Tel.: 11 3113-4798 / 3113-4799


Atualizado em: 20/03/2018 13:14:43



Site da EMTU
Site da CPTM
Site da Estrada de Ferro Campos do Jordão
Metro