17/12/2015 - Secretaria dos Transportes Metropolitanos e EMTU/SP divulgaram a Pesquisa Origem e Destino da RMVPLN



A Secretaria de Estado dos Transportes Metropolitanos e a EMTU/SP apresentaram hoje, 17/12, os resultados 1ª Pesquisa Origem – Destino da Região Metropolitana do Vale do Paraíba e Litoral Norte (RMVPLN). O objetivo desse levantamento é conhecer o padrão de deslocamento  da população, considerando os motivos, modos utilizados, tempo médio das viagens, características socioeconômicas da região e  polos de atração de demanda. Essas informações servirão de subsídios para a formulação e políticas públicas de transporte para a região.

Pesquisa domiciliar

A primeira etapa desse trabalho envolveu a pesquisa domiciliar com visitas a 20 mil residências nos 38 municípios da região.  Foram realizadas 10 mil entrevistas com enfoque na forma de deslocamentos realizados no dia anterior por todos os membros da família, além de considerar dados socioeconômicos como renda, emprego, escolaridade, entre outros. Os resultados se fundamentaram em uma amostra de 9.700 domicílios. Vale lembrar que em São José dos Campos a prefeitura já havia feito a pesquisa OD municipal em 2011 que foi incorporada à pesquisa OD metropolitana.

Pesquisa de linha de contorno

A segunda etapa do levantamento, a pesquisa de linha de contorno, identificou  as viagens que interferem na RMVPLN, considerando origem e/ou destino localizados na região. Nessa fase, foram realizadas mais de 280 mil contagens de tráfego (entrando e saindo da região) em 14 pontos estratégicos nas rodovias de acesso à área. Foram feitas 28,5 mil entrevistas com passageiros em transporte coletivo e condutores de veículos de passeio e de carga.

Com base nesse material foram produzidos  bancos de dados que deram origem à “matriz de viagem” que servirá de base para o planejamento e desenvolvimento urbano, gestão de transporte e de trânsito, planejamento de uso e ocupação do solo e da oferta de transporte no futuro.

TRIVALE

Os dados obtidos ratificaram os estudos preliminares  desenvolvidos pela EMTU/SP para a construção do TRIVALE que contará com dois empreendimentos que vão servir como importante alternativa de mobilidade aos usuários de transporte público na RMVPLN. Terá aproximadamente  96 km de extensão entre Jacareí e Pindamonhangaba, sendo formado pelo BRT Metropolitano Jacareí - São José dos Campos, de 24 km, e pelo  corredor que ligará São José dos Campos, Caçapava, Taubaté, Tremembé e Pindamonhangaba ao longo de 72 km. A conclusão do projeto funcional está prevista para o segundo semestre de 2016.

Resultados gerais

Na Região Metropolitana do Vale do Paraíba/Litoral Norte

Viagens produzidas

- São realizadas na RMVPLN 3,2 milhões de viagens por dia. A pesquisa revelou que o principal motivo dos deslocamentos é para trabalho representando 46% das viagens, seguido pelo motivo de estudo com 21%.

Divisão modal

- Na análise feita por divisão modal foi identificado que 66% das viagens na RMVPLN são motorizadas (carro, ônibus municipais e intermunicipais, fretados, motocicletas, etc) e 34% de forma não motorizada (a pé e bicicletas).

Comparando o transporte individual com o coletivo, os resultados são os seguintes: 

- 38,7% dos deslocamentos são com transporte individual, (24% automóveis, 10% automóveis com passageiro, 4% motocicletas e 0,7% outros);

-  27,3% dos deslocamentos são feitos por meio de transporte coletivo (1,4% intermunicipal, 17% municipal, 4% fretamento, 2% Escolar, 2,9% outros).

Características gerais da região

A RMVPLN possui 39 municípios, 16 mil km2, 2,3 milhões de habitantes (2010), representando 5,5% da população do Estado, PIB de R$ 61,7 bilhões (2010), o correspondente a 5% do PIB do Estado e 1,7% do Brasil.

 


Atualizado em: 17/12/2015 11:24:17