Em atendimento à legislação eleitoral, os demais conteúdos deste site ficarão
indisponíveis de 2 de julho de 2022 até o final da eleição estadual em São Paulo.


Imagem pagina

26/04/2017 - Nota oficial - Paralisação do dia 28/04



A Secretaria dos Transportes Metropolitanos do Estado de São Paulo (STM) aguarda a definição oficial dos sindicatos que representam os ferroviários, metroviários e motoristas de linhas de ônibus intermunicipais em relação à paralisação prevista para acontecer nesta sexta-feira (28/04). 

Caso seja confirmada, o Metrô e a CPTM vão recorrer à Justiça para garantir à população a circulação mínima de trens nos horários de pico e a EMTU irá autuar as empresas de ônibus por descumprimento da programação. Caso a greve seja considerada ilegal, a STM solicitará judicialmente o pagamento de multa aos sindicatos que aderiram ao movimento, vai descontar dos funcionários grevistas o dia não trabalhado e também o dia de descanso remunerado. 

O Governo do Estado de São Paulo já propôs uma ação judicial para que os sindicatos sejam penalizados pelos prejuízos causados aos usuários.


Atualizado em: 26/04/2017 15:49:42



Governo do Estado de SP