SP

Home EMTU

Imagem pagina
Você está em: Home...

11/08/2023 - Ônibus da EMTU movido a hidrogênio é apresentado em projeto com a USP



Três veículos da EMTU movidos por células a combustível que geram eletricidade internamente a partir do hidrogênio circularão na Cidade Universitária, proporcionando tecnologia limpa e isenta de emissões de poluentes
 

 

A EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) e a USP (Universidade de São Paulo) iniciam nesta quinta-feira (10), o programa que colocará em operação ônibus movidos a célula a combustível hidrogênio. Em cerimônia na Cidade Universitária, que contou com a presença do Governador Tarcísio de Freitas, foi lançado o projeto da primeira estação de abastecimento de hidrogênio renovável a partir do etanol do mundo. O projeto é uma parceria com a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação, realizado pelo Centro de Pesquisa para Inovação em Gases de Efeito Estufa (RCGI - Research Centre for Greenhouse Gas Innovation) da USP, em parceria com empresas privadas do segmento.

“Dá um orgulho muito grande saber que o primeiro reformador nessa escala que está sendo feito no mundo, transformando etanol em hidrogênio, está sendo feito aqui no Brasil, aqui em São Paulo e aqui na Universidade de São Paulo. Aquilo que o mundo está buscando, a gente está um passo à frente”, afirmou Tarcísio.

“Vamos estruturar a legislação, marcos regulatórios e fomentar essa produção para que a gente ganhe escala e São Paulo, de fato, seja líder na transição energética que vai diminuir nossa pegada de carbono e dar exemplo de sustentabilidade e economia circular. Estou muito feliz de ser testemunha do esforço, do talento e da criatividade do nosso pesquisador brasileiro, do nosso pesquisador paulista”, reforçou o governador.

A planta piloto (edifício, instalações e equipamentos) produzirá 5kg/hora de hidrogênio a partir de etanol no primeiro semestre de 2024, para abastecer três ônibus e um veículo sedã movidos por células a combustível que geram eletricidade internamente a partir do hidrogênio. Esses veículos circularão no campus, dando mais sustentabilidade e autossuficiência para a USP. O primeiro entrará em circulação neste ano. O projeto conta com financiamento da SHELL e participação da Raízen, SENAI, Hytron e Toyota.

Os ônibus foram cedidos pela EMTU e fabricados pela Marcopolo. A USP será responsável pela operação e manutenção da tecnologia sob supervisão da EMTU, que acompanhará a operação diária dos ônibus na Cidade Universitária.

Nesta tecnologia, o ônibus a célula combustível a hidrogênio é movido por motor de tração elétrica. A célula a combustível instalada nos ônibus transforma o hidrogênio armazenado em eletricidade, que alimenta diretamente o motor. A tecnologia é isenta de emissões de poluentes locais e de gases de efeito estufa, contribuindo para a melhoria das condições ambientais e, consequentemente, da saúde da população.
  
 

 

Histórico: Em dezembro de 2021, a EMTU firmou Convênio de Cooperação Técnica com a Universidade de São Paulo - USP com o objetivo de recolocar em operação, na Cidade Universitária, os ônibus movidos a célula a combustível hidrogênio e a usina de produção de hidrogênio por meio da eletrólise da água. Em 2015, os três ônibus e a infraestrutura de produção de hidrogênio entraram em atividade no âmbito do Projeto do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento PNUD BRA/99/G32 - Ônibus a célula a combustível hidrogênio para transporte urbano no Brasil. Neste projeto, encerrado em 2016, os veículos percorreram 12 mil quilômetros e transportaram 18 mil passageiros. O consumo médio de hidrogênio foi de 13,6 kg H2 / 100 km percorridos, superando a expectativa inicial, de 15,0 kg H2 / 100 km percorridos.
 

Veja o álbum de fotos do Governo: Link
 

Veja o álbum de imagens da EMTU: Link 
 

Discurso do governador: Link
 

Vídeo: Link 

 

Sobre a EMTU

Vinculada à Secretaria dos Transportes Metropolitanos, a Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos de São Paulo (EMTU) é controlada pelo Governo de São Paulo. Fiscaliza e regulamenta o transporte metropolitano de baixa e média capacidade nas cinco regiões metropolitanas do Estado: São Paulo, Campinas, Sorocaba, Baixada Santista e Vale do Paraíba / Litoral Norte. Juntas, as áreas somam 134 municípios e transportamos cerca de 2 milhões de passageiros diariamente.


Atualizado em: 11/08/2023 09:42:55



Logotipo do Governo do Estado de São Paulo

A Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos S.A. de São Paulo - EMTU/SP utiliza cookies, que são controlados e armazenados em caráter temporário, a fim de obter estatísticas para aprimorar a experiência do usuário. A navegação no nosso portal implica na concordância com esse procedimento, que se fundamenta na Política de Privacidade da empresa.